facebook

Twitter

Google +

You Tube

Renan chama supersalários de 'horror' e instala comissão sobre a prática

Publicado em 10/11/2016 às 14:31h


O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) instalou nesta quinta-feira (10) uma comissão para investigar o pagamento de salários acima do teto permitido pela Constituição a servidores públicos, chamados de "supersalários". O objetivo é elaborar propostas para coibir a prática, classificada por Renan como “horror e acinte”.

A Constituição Federal estabelece que o maior vencimento mensal pago a um servidor público não pode ultrapassar o que recebe um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Hoje, o valor limite é de R$ 33.763.

De acordo com Renan, o debate sobre o tema é necessário especialmente em um momento em que o governo defende medidas para equilibrar as contas públicas, como a reforma da Previdência e a PEC do teto dos gastos.

“Não tem sentido, absolutamente nenhum sentido, que esses sacrifícios não sejam distribuídos com a sociedade e que tenhamos no Brasil segmentos que são inatingíveis”, disse Renan.

Ele ainda citou o estado do Rio de Janeiro, onde, segundo Renan, há juízes que ganham R$ 200 mil.

“O caso do Rio de Janeiro é um horror. Pessoas que estão ganhando até R$ 200 mil, isso é um acinte a um país tão desigual”, completou o presidente do Senado.

A comissão terá um prazo de 20 dias para levantar uma lista de servidores dos três poderes que recebem acima do teto e propor medidas. Entre os pontos defendidos por Renan, está a desvinculação dos salários dos ministros dos tribunais superiores aos salários do restante da administração pública.

 

Fonte: http://g1.globo.com/politica/noticia/2016/11/renan-chama-supersalarios-de-horror-e-instala-comissao-sobre-pratica.html


© Copyright - 2018. Rádio Várzea do Curral FM 104,9 - Filadélfia - BA. Todos os direitos reservados.